3.20. Cheque do sistema de condicionamento aéreo

 ORDEM DE REALIZAÇÃO

 Atenção! O sistema de condicionamento aéreo é abaixo da alta pressão. Não tente enfraquecer qualquer conexão ou retirar detalhes de sistema sem a descarga preliminar do sistema. O líquido refrigerante tem de retirar-se do sistema em uma oficina especializada (o tipo do líquido refrigerante usado dá-se em Especificações). Mesmo depois de uma descarga de sistema executando qualquer operação com o sistema usam olhos arregalados.

1. Para que o sistema de condicionamento aéreo funcionasse regularmente, é necessário executar as seguintes operações regularmente:

a) Verifique uma condição de um cinto de condução. No momento da detecção de uso excessivo ou danos o cinto tem de substituir-se (dirija o Cheque de Seção de uma Condição de Cintos de Espinhaço de Streaming Drive de Unidades Auxiliares).
b) Verifique uma condição de oleodutos do sistema. Examine-os à procura de fendas, inchações e consolidações. Também examine conexões de mamilo à procura de traços de rombos. No momento da detecção de pistas de uso, os danos ou os rombos substituem o oleoduto danificado.
c) Examine a superfície do trocador de calor localizado antes de um radiador de sistema de esfriamento. No momento da detecção da poluição de bordas, insetos, etc. compensam a superfície do trocador de calor uma escova especial ou ar comprimido.

 Atenção! Quando usar ar comprimido usa olhos arregalados.

d) Assegure-se que o tubo de drenagem de evaporador não se desordena. No condicionador ligado deste tubo têm de exsudar a água limpa. Já que o cheque da pureza de um tubo cerca a folha abaixo de evaporador e acende o condicionador. Depois de algum período de tempo em uns traços de água de folha têm de aparecer.
2. Acenda o condicionador pelo menos uma vez por mês (até no inverno). Se não usar o longo tempo de condicionador, pode levar a uma saída de consolidações fora da operação.
3. Devido à complexidade de diagnóstica de sistema e reparo têm de executar-se na oficina de reparos do carro.
4. A falta do líquido refrigerante é a causa mais provável da redução na eficiência operacional do sistema. Se notou a redução aguda na eficiência operacional do sistema, verifique o montante do líquido refrigerante no sistema como se segue.
5. Aqueça o motor até a temperatura de trabalho.
6. Como o comutador escolhem a temperatura mais baixa do deixado respirar. Inclua a velocidade mais alta do torcedor. As portas abertas (que o sistema não se apagou depois da realização da temperatura necessária no salão).
7. No momento da ligação do compressor a sua união tem de publicar o clique ouvido e a parte central da união — para girar. Toque uma entrada e esgote o tubo do compressor. Um deles tem de fazer frio, o outro — é mais quente. Se não sentir uma diferença, o sistema é defeituoso. Pode causar-se como uma falta do líquido refrigerante e algo pelo outro. Já que a eliminação do mau funcionamento se dirige em CENTENA.